Mindfulness, ansiedade, depressão, vícios e cura.

Mindfulness (atenção plena) é uma prática poderosa para enfrentar a depressão, ansiedade e vícios, e levar a cura.

Atenção Plena (mindfulness) é prestar atenção aos seus pensamentos, sentimentos e ações enquanto se abstém de julgar o que for. Com ansiedade e depressão, esses sentimentos costumam ser de medo e tristeza. Esses sentimentos causam sofrimento. Os vícios de todo o tipo são formas de encontrar algum prazer apesar da dor. Vícios prazerosos normalmente levam a mais dor, ansiedade, depressão e outros problemas.

Atenção Plena (mindfulness) é mais útil quando acompanhada de uma auto imagem positiva. Isso pode ser uma questão de fé. Para desenvolver fé em você mesmo, tenha fé na sua bondade básica. Essa é a crença que diz que todas as pessoas são basicamente bondosas apesar de suas lutas e dificuldades. Se você pode crer que todos possuem essa bondade básica não será tão difícil imaginar que você também possui essa bondade. Uma vez que você acredita na sua bondade essencial, os pensamentos dolorosos e os sentimentos que lhe dizem que você é algo pior que sua bondade básica, parecerão sem sentido. Quando você acredita nessa sua bondade fundamental, ao surgir sentimentos dolorosos você os reconhece como sentimentos dolorosos e não os confunde com um reflexo de você, de suas habilidades e seu valor.

Ansiedade, depressão e dependências estão relacionadas. Ansiedade é uma pressão constante que mantém você se sentindo perturbado. Depressão é o resultado da experiência de um longo tempo com sentimentos negativos. Os vícios geralmente são um comportamento danoso que alimenta sentimentos de ansiedade e depressão. Com atenção plena você presta atenção (observa sem julgar, sem analisar etc.) a todos esses tipos de pensamentos, sentimentos e comportamentos. Assim você pode começar a perceber como eles se alimentam um do outro e nos levam a alegrias e sofrimentos. Desenvolver uma auto imagem positiva ajudará no processo de cura e melhorará sua habilidade para procurar e aceitar ajuda para a cura.

Para praticar mindfulness com ansiedade e as dependências, note o sentimento e a história por trás dessa ansiedade sempre que ela ocorrer. Perceba seus comportamentos viciosos sempre que ocorrerem. Não julgue o que você observa e nem a você mesmo, lembre-se da sua bondade básica. Procure ajuda e aceite ajuda quando encontrar. Quando puder ofereça ajuda.

Peter Taylor – (fonte: zenmister.com)

(publicado com autorização do autor)

Deixe uma resposta