Busque a felicidade, não busque a felicidade

Não busque a felicidade fora, mas, sim, dentro de você; caso contrário nunca a encontrará.

A felicidade e a liberdade começam com a clara compreensão de um princípio: algumas coisas estão sob nosso controle, outras não. Só depois de lidar com essa questão fundamental e aprender a distinguir entre o que você pode e o que você não pode controlar, é que a tranqüilidade interna e a eficácia externa se tornam possíveis.

O caminho para a felicidade é parar de se preocupar com o que está além do nosso poder.

Dedique ao menos metade de suas energias para se livrar de desejos ocos, e muito breve verá que ao fazê-lo há de receber maior realização e mais felicidade.

Continuar lendo Busque a felicidade, não busque a felicidade

Não tente ser feliz – A busca da felicidade

Felicidade é um estado natural, você retorna a ele o tempo todo. Quando não se sente feliz, você não deveria tentar ser feliz, mas sim tentar sentir o que está sentindo no momento. Desejar por felicidade e comparar seu atual estado emocional com a felicidade é uma ação que acaba se colocando a frente da percepção de sentir o que está sentindo, gerando assim sofrimento.

Você pode realizar atividades que levam a felicidade como ficar com os amigos, exercícios físicos, beber água, meditar, caminhar, escutar música, comprar, comer, qualquer coisa que você pensa que pode criar condições para a felicidade em sua vida, mas enquanto faz essas coisas preste atenção em como está se sentindo, e não em como quer se sentir ou gostaria de se sentir.

Quando sentir emoções dolorosas, tente ficar presente* com essas emoções e verá que consegue lidar com isso. Quando você foca nos sentimentos consegue notar os pensamentos que surgem junto. Deixe ir esses pensamentos. Deixe a história ir. Deixe a emoção ir.

Não se sentir feliz e tentar sentir a felicidade pode atrapalhar sua percepção sobre suas emoções, mas a prática de permanecer presente e consciente da sua mente é a prática de retorno ao estado natural de felicidade. Você pode entender intelectualmente que está ali mas não é preciso olhar e procurar. Continue olhando para onde está nesse exato momento sem tentar se tornar feliz. Você poderá sentir a felicidade lá.

Do site Zen Mister (tradução com autorização do autor) link: Don’t Try To Be Happy

*(ou ter consciência delas)

Uma simples prática para encontrar felicidade e serenidade

Uma simples prática

Não existe um fim para o auto desenvolvimento. Quando você lê todas as coisas que poderia ou deveria fazer para encontrar felicidade e serenidade é bem possível que entre em confusão e fique sobrecarregado. Para que possamos simplificar todas as técnicas que você aprende em sua leituras em uma única bem simples e de fácil acesso, pratique checar sua respiração regularmente durante o dia.

Sempre que notar estresse, ou qualquer outra emoção, faça uma respiração consciente e veja o que está pensando e como está se sentindo. Quando perceber o que está pensando ou sentindo simplesmente desligue todo o julgamento.

Se está confuso sobre o que fazer, respire fundo.
Se notar julgando os outros ou a si mesmo, respire fundo.
Se notar que você está se comparando com os outros ou com uma versão sua idealizada, respire fundo.
Se você medita regularmente checar a respiração durante o dia será algo bem natural.
Outra prática bem simples é ser bondoso, em pensamentos e ações, com você mesmo e com os outros. Pratique a generosidade e gere bons sentimentos. Perceba esses bons sentimentos. Sorria e seja grato pelos sorrisos a sua volta. Tire um tempo para pensar nas pessoas que você ama e que amam você. Procure pela beleza onde quer que esteja.
Essas simples práticas vão te ajudar a ser quem você quer ser e a apreciar quem você é.

Traduzido de Zen Mister com autorização do autor: http://www.zenmister.com/a-simple-practice/